quarta-feira, 31 de agosto de 2022

Reservas hídricas do RN finalizam agosto com 52% da sua capacidade total

Barragem Santa Cruz do Apodi

O Instituto de Gestão das Águas do Estado do Rio Grande do Norte (Igarn), monitora 47 reservatórios, com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado segunda-feira (29), indica que as reservas hídricas superficiais totais do RN somam 2.317.049.230 m³, percentualmente, 52,94 da sua sua capacidade total, que é de 4.376.444.842 m³.

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do RN, acumula 1.478.455.016 m³, correspondentes a 62,3% da sua capacidade total, que é de 2.373.066.510 m³. No dia 17 de agosto, o manancial estava com 1.500.126.181 m³, percentualmente, 63,21% da sua capacidade total.

Segundo maior manancial do RN, a barragem Santa Cruz do Apodi acumula 255.451.845 m³, equivalentes a 42,6% da sua capacidade total, que é de 599.712.000 m³. No relatório anterior, o reservatório estava com 258.824.725 m³, equivalentes a 43,16% da sua capacidade total.

A barragem Umari, localizada em Upanema, acumula 199.686.425 m³, percentualmente, 68,2% da sua capacidade total, que é de 292.813.650 m³. Em meados de agosto, o reservatório estava com 202.436.700 m³, percentualmente, 69,13% da sua capacidade total.

Entre os reservatórios monitorados pelo Igarn, 7 permanecem com volumes superiores a 90%, são eles: Flechas, localizado em José da Penha, com 99,47%; o açude público de Encanto, com 99,12%; Santana, localizado em Rafael Fernandes, com 97,33%; Apanha Peixe, localizado em Caraúbas, com 95,67%; Morcego, localizado em Campo Grande, com 94,33%; o açude público de Marcelino Vieira, com 94,03%; e Riacho da Cruz II, localizado em Riacho da Cruz, com 92,34%.