quinta-feira, 29 de abril de 2021

Reitora da Ufersa descarta retorno das aulas presenciais em 2021

 


A discussão sobre o retorno das aulas presencias, no estado do Rio Grande do Norte, vem ganhando mais capítulos a cada semana. Desde que o Ministério Público entrou com uma ação civil pedindo o retorno imediato das atividades presenciais nas escolas públicas do estado, o assunto vem ganhando mais força e opiniões das comunidades escolar e acadêmica.

A reitora da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), Ludimilla Oliveira, comenta que considera inviável o retorno das atividades presenciais na instituição, neste ano de 2021. Ludimilla Oliveira informou ainda que já informou ao Ministro da Educação, em Brasília, sobre a falta de condição estrutural para o retorno das atividades ainda neste ano. Ela considera ainda que os números epidemiológicos são alarmantes e que este não é um momento favorável para o retorno.

A reitora da Ufersa explicou ainda que algumas salas não têm conforto térmico suficiente ou capaz para atender as condições sanitárias, sem a ventilação adequada, e acabariam sendo espaços de propagação do vírus. “Este também é um fator complicador para o retorno presencial das atividades, fazendo com que elas demorem a ocorrer”, explica.